Se é vítima ou conhece alguém que seja vítima de violência doméstica, peça ajuda e ligue 800 202 148 ou envie um sms para o 3060. Não está sozinha/o.
O município de Montemor-o-Velho associa-se à campanha nacional #EUSOBREVIVI, por ocasião do Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres, lançado pela Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro, e a Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género.
Num ano marcado pelo cenário epidémico, o isolamento social representa um contexto de risco acrescido para as potenciais vítimas de violência doméstica e, por isso, é fundamental que todos possamos prestar ajuda a quem mais precisa.
 
#EUSOBREVIVI
 
 
 

A manhã em Reveles, na sede do Grupo Recreativo Revelense, foi repleta de tecnologia, com muita estimulação motora e cognitiva para a Natália, a Maria Ermezinda e a Maria Alexandrina, a mais nova das três irmãs e cuja idade chega às sete décadas.
Bastante animadas, as três irmãs fizeram parte do primeiro grupo que participou na primeira sessão do projeto VirtuALL (Simbiose entre Inovação, Envelhecimento e Qualidade de Vida) que regressou às sessões presenciais no concelho de Montemor-o-Velho, ainda que em moldes diferentes e adaptados ao contexto de pandemia.
A Natália, a Maria Ermezinda e a Maria Alexandrina já fazem parte da história, não só porque “as pessoas com mais de 65 anos estão a ter contacto com a tecnologia”, conforme explicou uma das técnicas do projeto, mas também porque a sessão do projeto ocorre de forma descentralizada e se realiza, pela primeira vez, em Reveles, na União de Freguesias de Abrunheira, Verride e Vila Nova da Barca (UFAVVNB).
“Em pequenas não brincámos e agora vimos aqui brincar um bocado, aprender e manter a cabeça e o corpo a funcionar”, referiram, de modo divertido e com um sorriso que se adivinha por detrás das máscaras.
Recorda-se que o projeto VirtuALL se realiza nos municípios que integram a AD ELO e que, em Montemor-o-Velho, as sessões decorreram numa sala preparada nas Piscinas Municipais onde receberam grupos de diversos pontos do concelho.
Com o intuito de evitar a deslocação das pessoas e, assim, aumentar a sua segurança em tempos de pandemia, o projeto vai, num primeiro momento, acontecer em Reveles, na UFAVVNB, e em Arazede.
O programa é gratuito, dirigido a pessoas com mais de 65 anos e, para saber como participar em ações futuras, os munícipes interessados devem contactar os serviços de Ação Social pelos telefones 239 687 300 ou 930 409 584.
O projeto VirtuALL é coordenado pela AD ELO e conta com a parceria dos municípios (Investidores Sociais) da sua área de influência (Cantanhede, Montemor-o-Velho, Mealhada, Penacova, Figueira da Foz e Mira), sendo cofinanciado pela União Europeia, através do Fundo Social Europeu, no âmbito de uma candidatura efetuada ao Portugal Inovação Social.
 
Saiba mais em https://www.facebook.com/ProjetovirtuALL/, www.adelo.pt.
No âmbito do início do processo de alteração do Regulamento das Bolsas de Estudo, indica-se que termina hoje, dia 13 de novembro, o período para constituição como interessados e apresentação de contributos para a elaboração do regulamento.
Participe através de comunicação escrita, dirigida ao Presidente da Câmara Municipal, onde conste o nome completo, morada (ou sede), número de identificação fiscal e o respetivo endereço eletrónico, para o email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar., por via postal ou entregue presencialmente no balcão único (Praça da República, 3140-258 Montemor-o-Velho).
Pretende-se que o novo Regulamento venha ser mais um reforço para uma análise baseada na transparência, equidade, igualdade de oportunidades e de acesso a este apoio municipal.
 

 

Tem mais de 65 anos e reside no concelho de Montemor-o-Velho? Vacine-se, gratuitamente, contra a gripe sazonal numa farmácia perto de si.
 
O Município de Montemor-o-Velho vai suportar o preço da administração da sua vacina numa das farmácias aderentes: 
Farmácia Dias Amaral (Arazede) | 239 607 903 | 924 406 954
Farmácia Oliveira Ribeiro (Bunhosa, Arazede) | 239 609 302 | 967 753 071
Farmácia Ferrão (Carapinheira) | 239 629 119 | 914 178 282
Farmácia Dionísio (Montemor-o-Velho) | 239 689 203 | 913 759 823
Farmácia Nuno Álvares (Montemor-o-Velho) | 239 680 143 | 914 550 629
Farmácia Central (Pereira) | 239 645 236 | 968 591 870
Farmácia Ângelo (Seixo de Gatões) | 239 621 355 | 919 569 724
 
Evite deslocações e faça a sua reserva por telefone.
Este é mais um esforço adicional que o Município de Montemor-o-Velho empreende no combate à pandemia provocada pela COVID19.
 
 
 
 
O início do processo de alteração do Regulamento das Bolsas de Estudo foi aprovado por unanimidade na última Reunião de Câmara.
 
Pretende-se que o novo Regulamento venha ser mais um reforço para uma análise baseada na transparência, equidade, igualdade de oportunidades e de acesso a este apoio municipal.
 
O período para constituição como interessados e apresentação de contributos para a elaboração do regulamento está a decorrer durante 10 dias (a contar da data da aprovação do início do processo de alteração, dia 2 de novembro). Participe de comunicação escrita, dirigida ao Presidente da Câmara Municipal, onde conste o nome completo, morada (ou sede), número de identificação fiscal e o respetivo endereço eletrónico, para o email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar., por via postal ou entregue presencialmente no balcão único (Praça da República, 3140-258 Montemor-o-Velho).
 
Recorde-se que a Câmara Municipal de Montemor-o-Velho atribui anualmente Bolsas de Estudo a estudantes, em situação de vulnerabilidade social, residentes no Concelho e matriculados em estabelecimentos de ensino público, nos níveis do segundo e terceiro ciclos, secundário, profissional e superior. Para além destas bolsas académicas, o Município de Montemor atribui ainda Bolsas por Excelência a alunos dos segundo e terceiro ciclos com média exata de 5 valores ou média igual ou superior a 17,5 valores, para os restantes níveis, e Bolsas por Mérito, para alunos a quem o júri reconheça capacidades especiais, distinguidos nas áreas desportiva, artística ou científica, com expressão regional ou nacional e desde que a área a que concorre faça parte do plano curricular do(a) candidato(a).
A Câmara Municipal de Montemor-o-Velho continua a sua ação de apoio à população mais vulnerável. Nesta fase crítica, em que a pandemia veio agudizar situações de carência e de fragilidade social, o acesso atempado e sem restrições aos medicamentos por parte de todos os cidadãos é ainda mais essencial para a promoção da saúde. 
 
Neste sentido, a Autarquia Montemorense está a implementar no concelho, com a Associação Dignitude, o Programa abem: Rede Solidária do Medicamento com vista a garantir o acesso aos medicamentos prescritos (com receita médica) e comparticipados pelo Serviço Nacional de Saúde por parte de munícipes em situação de carência económica, que, de outro modo, não poderiam adquirir esses medicamentos. 
 
Assim, a Autarquia vai identificar e referenciar todas as pessoas que se enquadrem no programa, com base na condição de recurso. O Programa abem: Rede Solidária do Medicamento tem como destinatários os indivíduos beneficiários de prestações sociais, mas também todos os que se deparem com uma situação inesperada de carência económica decorrente de desemprego involuntário ou de doença incapacitante, entre outras situações de carência que poderão ser também consideradas, com exceção para os idosos que se encontram integrados em estruturas residenciais para pessoas idosas (ERPI), cuja situação não tem enquadramento.
 
Os utentes abrangidos serão portadores de um cartão personalizado, entregue pelo Município de Montemor-o-Velho, que permitirá obter, sem quaisquer custos associados, todos os medicamentos comparticipados e prescritos pelos médicos.
 
Com a adesão ao Programa abem:, a Câmara Municipal de Montemor-o-Velho pretende assegurar o acesso universal aos medicamentos, minimizar as desigualdades sociais e promover a mobilização da sociedade, nomeadamente das farmácias e das entidades públicas. 
 
O Município pretende ainda contribuir para o desenvolvimento do programa, através da sua capacidade agregadora, de envolvimento e de dinamização da sociedade civil e do tecido empresarial para prossecução dos objetivos desta rede, em especial através das suas competências e experiência na referenciação de indivíduos socialmente vulneráveis cuja situação seja enquadrável no Programa abem.
 
Este é mais um exemplo da ação solidária, de proximidade e de prevenção que o Município de Montemor-o-Velho tem vindo a empreender no combate à pandemia provocada pela COVID19.
 
 
Medida é dirigida a todos os cidadãos do concelho com idade igual ou superior a 65 anos
 
 
Na sequência do protocolo estabelecido com a Associação Dignitude, o Município de Montemor-o-Velho aderiu ao programa “Vacinação SNS Local”,  ampliando os meios e recursos disponíveis para proteção contra a gripe sazonal dos seus munícipes seniores.
 
A Autarquia vai, assim, suportar o preço da administração de vacinas contra a gripe à população residente no concelho com idade igual ou superior a 65 anos nas farmácias aderentes: 
 
Farmácia Dias Amaral (Arazede) | 239 607 903 | 924 406 954
 
Farmácia Oliveira Ribeiro (Bunhosa, Arazede) | 239 609 302 | 967 753 071
 
Farmácia Ferrão (Carapinheira) | 239 629 119 | 914 178 282
 
Farmácia Dionísio (Montemor-o-Velho) | 239 689 203 | 913 759 823
 
Farmácia Nuno Álvares (Montemor-o-Velho) | 239 680 143 | 914 550 629
 
Farmácia Central (Pereira) | 239 645 236 | 968 591 870
 
Farmácia Ângelo (Seixo de Gatões) | 239 621 355 | 919 569 724
 
Evite deslocações e faça a sua reserva por telefone.
 
 
Este alargamento do programa “Vacinação SNS Local” às farmácias garante o aumento da capacidade do sistema, alargando significativamente os locais de vacinação, promovendo uma aproximação à população e aumentando a disponibilidade horária dos serviços, e, simultaneamente, promove o descongestionamento de acesso aos serviços de saúde para outras situações.
 
É tempo de proteger os mais vulneráveis e de atuar a nível preventivo. 
Este é mais um exemplo da ação solidária e de prevenção adicional que o Município de Montemor-o-Velho empreende no combate à pandemia provocada pela COVID19.

Para uma maior segurança dos utentes, foram adotados novos procedimentos no acesso ao Centro de Saúde.

Dinis Oliveira, médico interno de Medicina Geral e Familiar (MGF) da Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) de Montemor-o-Velho apresenta-lhe algumas das alterações.

O Município de Montemor-o-Velho e a UCSP de Montemor-o-Velho desenvolveram mais uma parceria com vista a reforçar junto da comunidade as medidas que podem ajudar a travar o avanço da Covid-19.

 

Siga as recomendações da UCSP de Montemor-o-Velho e partilhe-as com os seus amigos e familiares.

Cuide de si, cuide de todos!

 

 

 

Outubro é o mês da Saúde Mental.
Siga o conselho da UCC de Montemor-o-Velho e não permita que estes tempos de pandemia interfiram com a sua saúde, física e mental.
 
Liberte-se do medo, da tristeza e da ansiedade procurando ajuda e informação.
 
Cuide de si:
  • guarde tempo para as suas coisas;
  • mantenha a sua rotina;
  • pratique exercício;
  • mantenha hábitos de sono;
  • faça uma alimentação saudável;
  • mantenha-se em contacto com os outros.

Parabéns aos alunos e alunas que hoje recebem as bolsas de excelência e mérito atribuídas pelo Município de Montemor-o-Velho.

Valorizar a Educação, Valorizar o Futuro!

Saber...