Assinala-se, hoje, dia 15 de junho de 2021, o Dia Mundial da Consciencialização da Violência contra a Pessoa Idosa.
 
 
É uma oportunidade para refletir sobre a discriminação etária e acabar com a violência contra idosos e idosas.
 
As pessoas idosas continuam a pensar, sentir, imaginar, sonhar e a viver, com ainda mais histórias para contar, e precisam de ser respeitadas por todos.
 
Não seja cúmplice de um crime! Quebre o silêncio.
Ajudar as pessoas idosas que são vítimas de qualquer tipo de violência, seja ela sob a forma de abusos verbais, emotivos, financeiros e/ou corporais, é um dever de todos.
 
 
Se conhece alguma situação, não seja indiferente e denuncie.
Contacte-nos através do 930 409 584.
A denúncia é anónima.
 
#montemorovelho #mmv #açãosocial #diganãoàviolência #denuncie #idosos #pessoaidosa

Sabia que o Município de Montemor-o-Velho investiu mais de 170 mil euros e apoiou mais de 2.500 munícipes com os programas e as medidas de ação social e de saúde pública em 2020?

 

 

Não se atrase! Termina esta 5ª feira, dia 4 de março, o período de apresentação de candidaturas ao apoio extraordinário às famílias afetadas pela pandemia de Covid-19.

A medida, promovida pelo Município de Montemor-o-Velho, representa um apoio extraordinário de 75 mil euros, no âmbito do Regulamento Municipal de Emergência Social.

Os montantes a atribuir aos beneficiários têm de ser utilizados em bens e serviços efetuados nos estabelecimentos comerciais ou prestadores de serviços do concelho, visando, deste modo, também o apoio e o estímulo à economia local.

 

Consulte os documentos (regulamento e formulário de candidatura) em https://www.cm-montemorvelho.pt/index.php/municipio/comunicacao/item/4797-regulamento-municipal-de-emergencia-social-apoio-extraordinario-abertura-de-candidaturas?fbclid=IwAR1SskUaDHrBfAd423xsC9ouH9mk-kGPWIJGkVNML57cLadiipF9XV6dxuU

Até ao dia 4 de março, encontra-se a decorrer o período de apresentação de candidaturas ao apoio extraordinário às famílias afetadas pela pandemia de Covid-19.

A medida, promovida pelo Município de Montemor-o-Velho, representa um apoio extraordinário de 75 mil euros, no âmbito do Regulamento Municipal de Emergência Social.

Os montantes a atribuir aos beneficiários têm de ser utilizados em bens e serviços efetuados nos estabelecimentos comerciais ou prestadores de serviços do concelho, visando, deste modo, também o apoio e o estímulo à economia local.

Consulte os documentos (regulamento e formulário de candidatura) em https://www.cm-montemorvelho.pt/index.php/municipio/comunicacao/item/4797-regulamento-municipal-de-emergencia-social-apoio-extraordinario-abertura-de-candidaturas?fbclid=IwAR1SskUaDHrBfAd423xsC9ouH9mk-kGPWIJGkVNML57cLadiipF9XV6dxuU

Até ao dia 4 de março, encontra-se a decorrer o período de apresentação de candidaturas ao apoio extraordinário às famílias afetadas pela pandemia de Covid-19.

A medida, promovida pelo Município de Montemor-o-Velho, representa um apoio extraordinário de 75 mil euros, no âmbito do Regulamento Municipal de Emergência Social.

Os montantes a atribuir aos beneficiários têm de ser utilizados em bens e serviços efetuados nos estabelecimentos comerciais ou prestadores de serviços do concelho, visando, deste modo, também o apoio e o estímulo à economia local.

Consulte os documentos (regulamento e formulário de candidatura) em https://www.cm-montemorvelho.pt/index.php/municipio/comunicacao/item/4797-regulamento-municipal-de-emergencia-social-apoio-extraordinario-abertura-de-candidaturas?fbclid=IwAR1SskUaDHrBfAd423xsC9ouH9mk-kGPWIJGkVNML57cLadiipF9XV6dxuU

ESTUDO SOBRE AS CONSEQUÊNCIAS DA PANDEMIA COVID-19 NOS CUIDADORES INFORMAIS / FAMILIARES / NÃO REMUNERADOS DE TODA A EUROPA
 
Convidamo-lo a participar neste estudo, preenchendo o questionário online até ao final do mês de fevereiro), usando o seguinte link https://www.surveymonkey.com/r/8B5NBJR?lang=pt
 
Este questionário, promovido pela Eurocarers - European Association Working for Carers (https://eurocarers.org/ ), destina-se a todos os cuidadores informais / familiares / não remunerados de pessoas idosas, vulneráveis ou portadoras de deficiência por toda a Europa que pretendam partilhar a sua experiência durante a crise COVID-19.
O objetivo desta iniciativa é, de facto, documentar e analisar como o surto de COVID-19 teve impacto na saúde dos cuidadores informais / familiares / não remunerados, na situação de prestação de cuidados, redes de apoio, acesso a serviços sociais e de saúde, situação perante o trabalho, equilíbrio entre vida profissional e familiar e económico-financeira - entre outros aspetos. Este projeto procura também recolher opiniões e recomendações dos próprios cuidadores sobre como melhor apoiá-los, enquanto cuidadores informais, em tempos de pandemia.
 
Se se identifica com um cuidador informal e deseja contribuir para esta iniciativa europeia, agradecemos desde já a sua participação! Junte-se aos quase 1500 cuidadores informais que já responderam. Queremos saber a nível de Portugal o seu impacto!
 
O preenchimento do questionário requer cerca de 20 minutos do seu tempo. No entanto, tenha em atenção que a plataforma permite que interrompa a submissão do questionário e retorne, mais tarde, caso se sinta cansado ou tenha pouco tempo à sua disposição, portanto, não veja isso como um potencial obstáculo para a sua contribuição. Para interromper a submissão e regressar mais tarde, basta reabrir a página através do link abaixo e atualizá-la. Deve introduzir novamente o questionário na pergunta onde o deixou.
 
Os resultados deste inquérito serão, portanto, úteis para conceber orientações a nível europeu destinadas aos decisores políticos, prestadores de serviços e cuidadores informais na gestão de situações críticas (como por exemplo, a "quarta vaga" e futuras pandemias), bem como, a nível nacional apoiar melhores decisões políticas.
 
Todas as respostas a este questionário são totalmente anónimas, a menos que escolha o contrário.
 
Se tiver alguma dúvida sobre esta investigação, por favor, entre em contacto connosco: Prof. Doutor Bruno Alves, email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..
 
Gratos pela colaboração!
Com o reinício das atividades letivas em regime não presencial, o Município continua a entregar cabazes alimentares às crianças e alunos de todos os níveis de ensino abrangidos pelo escalão A e B da Ação Social Escolar.
A entrega é feita em regime de take away e os cabazes são compostos por bens de primeira necessidade, incluindo, por exemplo, carne, peixe, leite, iogurtes, fruta, legumes frescos, massa, feijão, queijo e cereais.
Os cabazes deverão ser levantados, em data previamente acordada, num dos 4 refeitórios de proximidade - EB23 de Arazede, EBS de Montemor-o-Velho, EB23 de Carapinheira e EBI de Pereira.
 
Composição dos cabazes de alimentos | quinzena de 8 a 21 de fevereiro
Escalão A:
1kg de carne (febras e perninhas de frango)
1kg de peixe (bacalhau e filetes de pescada)
2 latas de atum
1kg de arroz
10 iogurtes
2 l de leite
10 peças de fruta
1 pacote de massa
1kg de feijão
1kg de batata
1l de azeite
0,5kg de cenoura
0,5kg de courgete
1 embalagem de cereais korn flakes
0,5kg de feijão verde
 
Escalão B:
1kg de carne (febras e perninhas de frango)
1kg de peixe (bacalhau e filetes de pescada)
2 latas de atum
5 iogurtes
1 l de leite
10 peças de fruta
1 pacote de massa
1kg de batata
0,5kg de cenoura
0,5kg de courgete
5 unidoses de doce / manteiga
5 unidoses de queijo
0,5kg de feijão verde
 
 
 
Mais do que nunca é essencial ficar em casa, cumprir o confinamento e as regras de distanciamento e higienização. Mantenha-se informado: consulte as informações oficiais e atualizadas nas páginas do Município de Montemor e do Agrupamento de Escolas de Montemor.
 
Continuamos aqui para si! Se precisar, fale connosco: Educação e Ação Social | 239 687 300 (extensão 4) | Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

 

Até ao dia 4 de março, encontra-se a decorrer o período de apresentação de candidaturas ao apoio extraordinário às famílias afetadas pela pandemia de Covid-19.

A medida, promovida pelo Município de Montemor-o-Velho, representa um apoio extraordinário de 75 mil euros, no âmbito do Regulamento Municipal de Emergência Social.

Os montantes a atribuir aos beneficiários têm de ser utilizados em bens e serviços efetuados nos estabelecimentos comerciais ou prestadores de serviços do concelho, visando, deste modo, também o apoio e o estímulo à economia local.

Consulte os documentos (regulamento e formulário de candidatura) em https://www.cm-montemorvelho.pt/index.php/municipio/comunicacao/item/4797-regulamento-municipal-de-emergencia-social-apoio-extraordinario-abertura-de-candidaturas?fbclid=IwAR1SskUaDHrBfAd423xsC9ouH9mk-kGPWIJGkVNML57cLadiipF9XV6dxuU

O Município de Montemor-o-Velho, no seguimento dos fortes impactos que a pandemia de Covid-19 está a provocar também nas famílias, aprovou um apoio extraordinário de 75 mil euros, no âmbito do Regulamento Municipal de Emergência Social.
O período de apresentação das candidaturas inicia-se na próxima segunda-feira, dia 4 de janeiro, e decorre até 4 de março.
A medida é mais um reforço às diversas medidas que a autarquia montemorense tem vindo a implementar na minimização dos efeitos da pandemia sobre as famílias.

Com o intuito de estimular também a economia local, os montantes a atribuir têm de ser utilizados em bens e serviços efetuados nos estabelecimentos comerciais ou prestadores de serviços do concelho.
Este apoio extraordinário implementado pelo Município de Montemor-o-Velho visa, assim, apoiar não apenas as famílias em necessidades devido à covid19, mas também a economia local.
 

Consulte os documentos (regulamento e formulário de candidatura) em www.cm-montemorvelho.pt

 

Documentos:

Regulamento Municipal de Emergência Social (RMES) - apoio extraordinário

Formulário RMES  - apoio extraordinário

 
 
Se é vítima ou conhece alguém que seja vítima de violência doméstica, peça ajuda e ligue 800 202 148 ou envie um sms para o 3060. Não está sozinha/o.
O município de Montemor-o-Velho associa-se à campanha nacional #EUSOBREVIVI, por ocasião do Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres, lançado pela Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro, e a Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género.
Num ano marcado pelo cenário epidémico, o isolamento social representa um contexto de risco acrescido para as potenciais vítimas de violência doméstica e, por isso, é fundamental que todos possamos prestar ajuda a quem mais precisa.
 
#EUSOBREVIVI
 
 
 

Pág. 1 de 4

Saber...